Aos 10 anos de idade, ela já pregava. Aos 12, atuava como dirigente de louvor. Desde menina, a bispa Sonia Hernandes tem dedicado sua vida ao evangelho de Jesus Cristo. Primeira bispa do Brasil, abriu as portas para uma multidão de mulheres que pregam a Palavra atualmente. E mais: foi a primeira mulher a ministrar em programas de TV e rádio no país, a mostrar que era possível ser uma serva de Deus e uma mulher realizada ao mesmo tempo, sempre bonita e de bem com a vida. Hoje a bispa Sonia vive novos desafios, como a gravação do Renascer Praise 16, marcada para dia 21 de abril no Museu do Ipiranga. Veja a seguir, a entrevista que a bispa Sonia concedeu com exclusividade ao Igospel: 

Igospel: A sra foi a 1ª bispa do Brasil e, recentemente, viu sua filha ser ungida bispa. Nestes últimos anos, as mulheres passaram a ter sua vez na ministração da Palavra. Qual sua avaliação do ministério das mulheres neste período?
Bispa Sonia: Aconteceu uma grande revolução. Ser primogênita é uma honra de Deus para minha vida. Sinceramente, eu não consigo expressar o que isso significa, mas posso dizer que é dom de Deus. Ao longo destes anos, a vida da mulher que serve a Deus foi revolucionada. A mulher, hoje, serve a Deus feliz, completamente transformada. Ela também serve a Deus sendo uma profissional, cuidando de si mesma, se sentindo bem consigo mesma. Ela serve a Deus sendo uma boa esposa. Antes, não era possível servir a Deus e ser mãe, ser esposa ou ser uma profissional… E nem mesmo ser mulher. Houve uma verdadeira revolução que libertou, curou, habilitou e ressuscitou muitas mulheres que hoje, no exercício do ministério, são reconhecidas como abençoadoras e também como uma grande bênção. 

Igospel: A mulher tem que conciliar a casa, o cuidado com os filhos, o trabalho e o ministério… O que a sra aconselharia para as mulheres que estão começando seus ministérios em meio a tantas atividades?
Bispa Sonia: Aconselho priorizar o ministério, porque o ministério vai organizar tudo o mais na vida dela. Se ela priorizar no ministério, vai conseguir ser uma mãe melhor, uma melhor esposa, uma profissional melhor. O ministério ajuda em tudo. Veja bem: o que é o ministério? É levar a Palavra de Deus, é pastorear pessoas… É no exercício do ministério que você se enxerga, que você vê a verdadeira pessoa que você é, que enxerga seu verdadeiro potencial. Isso te ajuda a organizar tudo mais na sua vida. Se você tiver que deixar de lado alguma coisa, não deixe o ministério! E o Senhor vai te ajudar a se organizar de maneira muito mais prática, seu trabalho vai render muito mais. Até seu humor dentro de casa vai melhorar demais. E o Espírito Santo te dará sabedoria para administrar seu tempo. 

Igospel: Como foi a primeira vez que a sra pregou? A sra se lembra desta pregação?
Bispa Sonia: Eu era pequena, tinha uns 10 anos de idade, mas eu me lembro até hoje da minha primeira pregação. Foi sobre o Salmo número 1. Cresci na igreja, atuei muito ministrando crianças e no louvor, por exemplo. Eu sou dirigente de louvor desde os 12 anos. Quando também fui eleita como secretária do grupo de moços, passando também a ministrá-los…. Sempre amei a Palavra de Deus. Comecei a dar aulas de Escola Dominical aos 15 anos. Na Igreja Renascer, debaixo da Visão Apostólica que Senhor deu ao Apóstolo Estevam, fui responsável pela implantação da Escola de profetas e pela formação dos primeiros cursos. O bispo Gê foi meu aluno! Eu amo ensinar, meu lugar dentro do Corpo de Cristo é profeta e mestre. Depois, fui ungida, me tornei a copastora e comecei a pregar. Desde a igreja árabe. No começo, eu tremia demais, chorava me sentia incapaz de cumprir este envio até por temor a Deus. Demorou um tempo para eu ajustar a minha autoimagem à minha Constituição. 

Igospel: E hoje, como a sra prepara uma pregação?
Bispa Sonia: Em primeiro lugar, sempre perguntando para Deus o que Ele espera que eu fale. Nunca é apenas um estudo, uma pesquisa bíblica, para mostrar sabedoria humana. Isso qualquer um pode fazer com um bom dicionário bíblico e uma concordância. Hoje é possível fazer até pela internet. Eu sempre peço a Deus uma revelação, uma palavra nova. Ele sempre me acrescenta, todas as vezes que subo no altar. A pregação precisa ter um título. Se não tiver um título, você não sabe para onde você vai. Precisa ter um foco, mas sempre desenvolvido de acordo com a orientação e revelação que o Espírito Santo nos dá neste tempo e, que nos santificamos em oração e estudo da palavra. 

Igospel: Como a sra avalia este momento do crescimento do evangelho no Brasil?
Bispa Sonia: Nós estamos em um momento único que, em nome de Jesus, é para ser aproveitado para estender o reino de Deus e para vivermos um grande avivamento de salvação e transformação. Um tempo literalmente de curas, sinais, prodígios, maravilhas! Tempo de milagres e também de nos solidificarmos na Palavra porque há muitos que se intitulam ministros de Deus, mas tem promovido divisões e confusões dentro de igrejas e tudo o que fere a igreja não pode ser considerado como igreja. 

Igospel: Vamos falar um pouco do Renascer Praise? Esta é a 16ª gravação, qual a direção de Deus para este ano?
Bispa Sonia: Este é um Praise de maturidade. Aonde a unção de revelação, letras, ritmo, harmonia, arranjo, abrangendo o que há de mais moderno sofisticado e espiritualmente elevado, serão ministrados realmente. Está imperdível! Eu já caminho com esse pessoal de composição, a maioria deles, há quase 20 anos. 

Igospel: Todo ano tem “aquela”? Um louvor especial?
Bispa Sonia: Sim, todo ano tem “aquela” ou “aquelas”. No último CD, no 15º, “Adorador” foi “aquela” especial… “Profetiza” também. 

Igospel: Todas as músicas são fruto de experiências com Deus? Quais as sra destacaria nas edições passadas?
Bispa Sonia: Sim, não tem uma música do Praise que não seja fruto de uma experiência com Deus. “Adorador”, por exemplo, é fruto da nossa experiência em meio à alegria e a dor… A vontade que tínhamos de estar no Brasil, a saudade da nossa igreja, do nosso povo… A saudade de tudo somada à alegria de realizarmos por satélite mais uma vez. O DVD e o CD mostrando que Deus sempre tem um caminho. A alegria do pioneirismo, a dor da saudade, somada à alegria e à honra do pioneirismo inédito que a Visão Apostólica nos faz viver. 

Igospel: E neste ano? Que experiências a sra destaca?
Bispa Sonia: Neste ano da primogenitura, cada passo é um milagre. É o ano que a gente dá o passo que nunca ninguém deu e vive o que nunca ninguém viveu. É um louvor que nos coloca não só acima de principados e de toda potestade ou todo dominador, mas também acima de toda e qualquer dor, infidelidade, traição, baixaria humana. Esse é o louvor que vai colocar cada adorador assentado com Jesus Cristo nos lugares altos. 

Igospel: Entre as 16 edições, quais as mais marcantes para a sra?
Bispa Sonia: Olha, o Praise 10 era um sonho… Eu queria muito cantar com um coral gospel americano, de Chicago. Foi uma coisa tremenda! O Praise 12 acho que foi o mais feliz de todos… As músicas, os arranjos, tudo foi muito marcante. Mas todos foram especiais… O 7 foi o único CD gravado em teatro a céu aberto, em Israel, o 14 e o 15 via internet, pelo telão, por satélite… Cada um tem uma lembrança… O Praise 6, da promessa, o Praise 8, da família… Todos os outros foram gravados em teatros fechados. Temos o privilégio, a honra, a força que sai da fraqueza. 

Igospel: E as participações especiais neste ano? A sra já pode adiantar?
Bispa Sonia: Não posso adiantar tudo, mas teremos as participações mais que especiais do André Valadão e do Davi Sacer. 

Igospel: Se a sra tivesse que escolher apenas um conselho para dar ao povo de Deus neste ano de Pedro, qual seria?
Bispa Sonia: Não tire os olhos de Jesus, feche os ouvidos para aqueles que, com a voz da tempestade, querem que você afunde. 

Pba Cláudia Pires
Comunicação Renascer